Banquete de gelo e fogo: o que eu achei do livro de receitas de Game of Thrones

4

Ao lado de livros de design de personagens, livros de culinária tornaram-se parte da minha estante nos últimos anos. Apesar de serem livros relativamente caros, são verdadeiras obras de arte porque são livros muito bem elaborados com um trabalho fotográfico incrível e baseados em muita pesquisa de referências. Quando um livro consegue reunir esses  meus dois interesses (design + culinária), é claro que ele vira alvo de cobiça pra mim. Foi exatamente isso que aconteceu quando eu soube há alguns anos da existência do A Feast of Ice and Fire, livro de receitas inspiradas em Game of Thrones, lançado em 2012 ainda. De lá pra cá eu ainda dei meus pulos fazendo o pão de cerveja preta aqui no blog (que faz parte das receitas do livro), mas quando fiquei sabendo no final do mês passado que ele seria lançado em português pela editora Benvirá eu já tratei de reservar o meu Banquete de Gelo e Fogo ainda na pré-venda.

Onde eu comprei

Me custou R$ 65,00 (livro R$ 56,00 + 9,90 de frete) e saiu R$ 1 real mais barato do que se eu fosse comprar na Saraiva. Essa “grande”economia não foi exatamente o motivo que me levou a comprar pela Amazon. O que sempre me leva a comprar livros lá é a pontualidade. Já me irritei muito com outras lojas que nunca conseguem cumprir prazo de entrega e na Amazon eles ate entregam antes. A previsão de entrega estava para o dia 20 de julho e o livro chegou dia 14. Isso podia ser até um publipost, mas não é. Só estou sendo legal mesmo, afinal é tão difícil encontrar lojas que conseguem cumprir com o compromisso com o cliente.

livroreceitasgot1

Vantagens de ter esperado

Ler um livro na sua língua nativa representa uma comodidade muito grande. No casos de livros de culinária onde os textos são curtos e não é tão difícil de entender, essa comodidade vai além da facilidade de leitura, representa também uma mão na roda por já vir com todas as unidades de medidas que conhecemos. Esse foi um dos motivos que me levou a não comprar  o livro em inglês e esperar que ele viesse já redondinho só para eu aproveitar e não ter o trabalho de ficar convertendo onça para gramas.

livroreceitasgot2

Quando eu buscava por receitas de Game of Thrones em blogs, eu sempre ficava meio frustada por achar que a maioria das receitas tinham ingredientes praticamente impossíveis de se achar em Manaus. Essa impressão foi deixada de lado assim que comecei a folhear Banquete de Gelo e Fogo. Tudo graças ao trabalho incrível que as autoras Chelsea Monroe-Cassel e Sariann Lehrer fizeram ao dar logo de cara uma lista de substituições de ingredientes que irá facilitar a vida de qualquer um que se dispuser a cozinhar. E disposição não foi o que faltou para as duas. O livro surgiu a partir do blog gastronômico Inn at the crossroads, onde Chelsea e Sariann publicavam receitas inspiradas na saga de George R. R. Martin. Mas engana-se que tal inspiração baseia-se em “achismo” de fandom. Era pesquisa séria em livros de história medieval onde descobriram como funcionava a culinária daquela época, quais ingredientes combinavam entre si, seus sabores e o que poderia ser adaptado para a atualidade e ainda assim fazer sentido. chelseasarian
Muitas dessas fontes de pesquisa encontram-se em citações e notas de Banquete de Gelo e Fogo, bem como trechos dos livros de Game of Thrones onde as comidas são descritas por George R. R. Martin, o autor de Game of Thrones. Martin, por sua vez, acabou escrevendo a longa e maravilhosa introdução do livro onde relata os motivos de descrever tanto as comidas nos livros, mesmo sendo uma negação na cozinha.

Um das coisas que eu mais gostei no livro é que as receitas estão divididas por região, ou seja, tem capítulos onde só há receitas da Muralha, Norte, Dorne e etc. Além disso, há uma introdução de receitas de base como molhos e massas que servem para muitas outras receitas ao decorrer do livro. Outra coisa que enriquece o livro são as fotografias. Estas acompanham todas as receitas e são bem produzidas, com louças que tem algum detalhe ou paleta de cores que lembra a arte medieval. Pode até parecer algo besta, mas quando a gente acaba produzindo vídeos de receitas, ter uma louça bonita e que ajude a contar a história do prato é algo muito importante.

livroreceitasgot3

Vale a pena?

Se você é, assim como eu, um fã de Game of Thrones que adora cozinhar, nem precisa pensar duas vezes porque sim, vale a pena ter o livro. É um bom livro de receitas com um acabamento gráfico que justifica o investimento, tem capa dura com aplicação em verniz e folhas em couché brilhoso. As receitas não são complexas quanto eu imaginei que seriam e eu pelo menos penso eu fazer várias. Agora se você só quer possuir uma coisa e olhar para ela de vez em quando, também vale porque é um livro bonito e vai que de repente um dia você seja tentado a colocar a mão na massa e valorizar ainda mais todo um trabalho sério de pesquisa feito pelas autoras e de quebra, comer algo que dificilmente você irá encontrar em restaurantes. Veja agora o vídeo que eu gravei contando as minhas impressões sobre o livro e não esquece de se inscrever no meu canal:


OI! JÁ QUE VOCÊ TERMINOU DE LER ESSE POST, SHANTAY, YOU STAY E SIGA O BLOG AQUI TAMBÉM:

FACEBOOK   INSTAGRAM    YOUTUBE    GOOGLE   SNAPCHAT   PERISCOPE  TSU

Feed
Translate »