6 min read

Salada com Shitake

1

Semana passada foi o dia de fazer supermercado. Já fazia um tempo que eu não ia, é sempre meio estressante em ter que enfrentar filas, carregar sacolas, comparar preços e ler muitos rótulos para saber que tipo de coisa devo comprar para me sentir menos lesada. Normalmente vou ao mercadinho da rua que consegue ser bem abastecido de opções interessantes, mas na última sexta-feira foi o dia de ir à um grande supermercado. Enquanto minha mãe escolhia as carnes, fiquei na parte da “feira”, escolhendo as batatas e de repente decidi ver o que tinha de interessante nas prateleiras semi refrigeradas. E lá estava ele. Em meio ao alho poró, salsa crespa, e outras hortaliças incomuns em Manaus, o marrom do cogumelo shitake se destacava na parede vegetal.

É tão difícil encontrar cogumelo in natura na cidade que não tem como não se sentir com um pouco de sorte quando encontro. Claro que a sorte só está completa quando o preço é justo e nesse dia parecia que eu tinha sido agraciada: 200 gramas por menos de R$ 15,00. Para algo tão raro de se achar e comer, eu abro a mão e aceito de peito aberto.

shitakegordirce

No dia seguinte, sábado, fazia um calor infernal e parecia um dia bom para comer algo leve para não ser derrotada pelo enfastiamento pós almoço. Foi quando decidir fazer uma salada com o shitake e de quebra registrar esse momento em vídeo e compartilhar aqui. Há algum tempo eu mostrei como fazer shimeji na manteiga e lá acabei lavando os cogumelos por desinformação e receio de estarem sujos demais, mas depois fiquei sabendo que é recomendável que cogumelos sejam limpos apenas com um pano úmido, pois quando lavados em água corrente correm o risco de ficarem encharcados.

Sendo assim, molhei um pano de copa limpo, peguei cada cogumelo e fui esfregando levemente. Após limpos, cortei-os em tiras e levei para refogar no azeite e shoyu, pois são combinações que nunca falham e conseguem ser marcantes. Ainda me impressiona como apenas 3 ingredientes conseguem transmitir tanto sabor quando combinados.

Mas meu objetivo era ampliar esse sabor adicionando outras hortaliças mais simples e já comuns em saladas. Cortei o alface em tiras (um chiffonade bem grosso), dividi o tomate cereja e cortei em rodelas a pimenta-de-cheiro. O molho que fiz para a salada tinha suco de limão taiti, azeite e flor de sal. A flor de sal é algo que pode ser até supérfluo nessa composição, mas tenho uma verdadeira queda por uns potinhos de flor de sal aromatizados da Cimsal. Costumo usá-los na maioria das minhas receitas e nessa salada usei a flor de sal que já vem com limão e o resultado foi bem expressivo de uma forma positiva.

saladagordirce

Com todos os ingredientes cortados e preparados, montei a salada de um jeito bem simples, mas que todos os ingredientes ficassem evidentes porque afinal comemos primeiro com os olhos. Embaixo, como se fosse uma cama, ficou a alface. A cobri com um fio de azeite e pimenta do reino. O tomate cereja veio em seguida com seu sabor adocicado e logo após o agrião e a pimenta-de-cheiro. Acrescentei o molho em toda a salada e por última veio o meu tão cobiçado shitake.

Cor é uma coisa que me enche os olhos e em comida eu acho essencial. Na salada, a fusão de tons de verdes do alface, agrião e pimenta-de-cheiro contrastando com o vermelho do tomate cereja foi algo bonito de ver. Mas o marrom do shitake e a textura que ele deu ao prato foram fundamentais para que ele tivesse mais personalidade e principalmente sabor. Parece que valeu a pena sair da minha zona de conforto para ir à um supermercado em plena sexta-feira e encontrar um ingrediente que pode mudar humores e inovar a rotina alimentar, ainda que seja em uma simples salada.

Confira agora o vídeo que eu fiz mostrando como preparei a salada e inscreva-se no canal para acompanhar as minhas próximas receitas.


FOOD PORN

saladashitakegordirce1

saladashitakegordirce2

saladashitakegordirce3


adshimeji


RESUMÃO DA RECEITA

ingredientessaladashitake

Modo de Preparo

– Limpe o cogumelo com pano úmido;

– Corte-os em tiras e em seguida leve para refogar com azeite e shoyu;

– Corte o tomate cereja e a pimenta de cheiro;

– Para o molho, misture o suco de meio limão com azeite e flor de sal;

– Monte a salada na seguinte ordem: alface, azeite, pimenta do reino, tomate cereja, agrião, pimenta de cheiro, molho e shitake.

Rendimento: 1 a 2 pessoas


OI! JÁ QUE VOCÊ TERMINOU DE LER ESSE POST, SHANTAY, YOU STAY E SIGA O BLOG AQUI TAMBÉM:

FACEBOOK   INSTAGRAM    YOUTUBE    GOOGLE   SNAPCHAT   PERISCOPE  TSU

Feed
Translate »