3 min read

Salada Zucchini de Frida Kahlo

0

8 de março é comemorado dia internacional das mulheres e como feminista que sou (claro!), foi a data que escolhi para homenagear todas nós através de um vídeo especial. Apesar de muitos associarem a cozinha à um lugar de submissão feminina e a indústria ter se aproveitado disso muito bem para vender, eu penso que cozinhar  também é um gesto político e quão mais diverso seja o acesso à cozinha, é possível diminuir a diferença entre homens e mulheres.  Afinal, cozinhar não deveria representar prisão, e sim prazer.

fridacozinha

Frida na cozinha

Sendo assim, para simbolizar essa homenagem, escolhi uma receita de uma artista que acabou se tornando ícone pop e feminista: Frida Kahlo. A pintora mexicana que transformou a dor em arte fortalecendo a figura feminina também era uma cozinheira de mão cheia. Existem alguns livros publicados com receitas dela, entre os quais destaco O segredo de Frida Kahlo e Frida’s Fiesta: Recipes and reminiscences of life with Frida Kahlo, sendo que este último tem a colaboração de Guadalupe Rivera, filha de Diego Rivera, o grande amor de Frida. Apesar de não ter nenhum dos dois livros (por enquanto), eu encontrei no site da Saveur a receita de salada zucchini que ensino no vídeo desta semana. De todas as receitas que eu encontrei, esta foi a que me pareceu mais acessível, pois as demais tinham ingredientes tipicamente mexicanos que são impossíveis de achar em Manaus.

Adaptações

Mesmo que essa tenha sido a receita mais simples que eu encontrei, ainda assim houve dois ingredientes que ficaram de fora deste prato: o coentro e o sal kosher. O coentro foi substituído pela salsa e o sal kosher por flor de sal, sendo que a quantidade desta foi dobrada porque eu senti que precisava de um pouco mais de sal no vinagrete. Outra adaptação que eu fiz também foi na quantidade abobrinha e abacate, que acabei reduzindo pela metade porque foi difícil encontrar um abacate maduro e mesmo assim, um foi suficiente para a receita.

Espero realmente que você goste deste vídeo porque ele foi feito com muito carinho e sempre que for possível, terei o cuidado para trazer pautas que eu considero importante aqui para o blog, como o feminismo. Se for fã de Frida Kahlo, é sua obrigação tentar fazer essa receita em casa e mesmo se você não for, faça porque essa salada é surpreendentemente deliciosa! Viva la vida e muita sororidade entre as garotas! Veja agora o vídeo e pratique a sororidade se inscrevendo no meu canal!  😛

 

Lista de Ingredientes 

3 abobrinhas italianas

1 abacate maduro

8 colheres de sopa de azeite

3 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto

1/2 colher de chá de açúcar

queijo parmesão ralado

salsa*

2 colheres de chá de flor de sal**

* Na receita original pede coentro

** Na receita original pede sal kosher (1 colher de chá)


OI! JÁ QUE VOCÊ TERMINOU DE LER ESSE POST, SHANTAY, YOU STAY E SIGA O BLOG AQUI TAMBÉM:

FACEBOOK   INSTAGRAM    YOUTUBE    GOOGLE   SNAPCHAT   PERISCOPE  TSU

 

 

Feed
Translate »