4 min read

Pudim de Leite condensado

1

Pudim de leite é quase uma preferência entre as sobremesas, pois é delicioso, fácil de fazer e até barato. Apesar de ser fácil, já vi muitos por aí que parecem ser feitos de cremogema para ficarem com um gosto tão estranho e aparência borrachuda. Por isso é importante tentar fazê-lo com bons ingredientes  e respeitar as medidas indicadas. Além do já tradicional leite condensado, costumo usar creme de leite no lugar do leite líquido, porque o resultado é um pudim muito mais cremoso que se dissolve perfeitamente na boca. Algumas vezes eu adiciono duas gotas de essência de baunilha, mas na receita que eu ensino no vídeo, não usei e apesar da leve diferença no sabor, ambos ficam deliciosos.

pudim

Furinhos ou lisos: eis a questão

Há um certo embate velado entre os defensores do pudim lisinho e do pudim com furinhos. Em termos de sabor, quando bem feitos, não diferem em nada, é apenas questão estética. Para o pudim ficar lisinho, é preciso ter paciência, já que os furinhos se dão pela formação de bolhas ar durante o batimento no liquidificador ou pela alta temperatura na hora do cozimento. Há algumas formas de minimizar essas bolhas, veja:

– bater manualmente com fouet ou garfo;

– se bater com o liquificador, deixar descansando depois e retirar em seguida a camada de bolhas que fica por cima;

– cozinhar no forno aquecido a 180 graus em vez de cozinhar na panela em banho-maria;

Na receita que eu ensino no vídeo, em vez de forno eu utilizo uma panela própria para cozimento de pudim em banho-maria. Esse conjunto é um investimento bom para quem não tiver muita paciência que nem eu para ficar esperando mais de uma hora o pudim assando em forno, pois no banho-maria em cima do fogão a temperatura é mais elevada e todo o cozimento dura em torno de trinta minutos.

Se você não tem uma panela dessas, pode utilizar o forno sem problemas. Basta colocar a forma de pudim dentro de uma forma maior e colocar água dessa segunda forma. Após, cubra com papel alumínio, atentando para deixar a parte brilhosa virada para dentro.

Muita atenção na calda 

A única parte trabalhosa de fazer pudim é na hora da calda, que pode ser feita tanto com açúcar refinado quanto com açúcar cristal.  Apesar de já ter feito com açúcar refinado, eu preferi ensinar no vídeo com açúcar cristal porque ele demora mais para derreter e isso me dá uma certa tranquilidade, pois confesso que tenho um pouco de medo da calda virar rápido demais, queimar e ficar com aquele gosto amargo. Basicamente, se faz calda de duas formas: derrete-se o açúcar todo antes para depois acrescentar água, ou mistura os dois para então cozinharem até reduzir, que foi a forma que eu ensinei no vídeo. Escolhi essa segunda forma porque realmente não consigo fazer com que o açúcar derreta completamente e uniformemente antes de colocar água. Então para que não fiquem alguns “caroços” de açúcar, eu prefiro misturar antes.

Na foto abaixo eu mostro quando utilizei o açúcar refinado para fazer a calda:

Captura de Tela 2015-06-08 às 22.56.33
Mas sempre fica uns pedaços que teimam em aglutinar e não derreter:

Captura de Tela 2015-06-08 às 23.09.24
Não esqueça que depois de cozido, deixe esfriar em temperatura ambiente, para só depois levar para esfriar na geladeira. Espero que essas dicas possam ser úteis para você na hora se fazer o seu pudim. Agora veja o vídeo para conferir como ficou esse pudim. Se ficar com dúvidas, escreve nos comentários e aproveita para se inscrever no nosso canal:

Lista de ingredientes

Para a calda:

1 xícara de açúcar cristal

250 ml de água

Para o pudim:

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite

2 ovos.


OI! JÁ QUE VOCÊ TERMINOU DE LER ESSE POST, SHANTAY, YOU STAY E SIGA O BLOG AQUI TAMBÉM:

FACEBOOK   INSTAGRAM    YOUTUBE    GOOGLE   SNAPCHAT   PERISCOPE  TSU

Feed
Translate »