5 min read

Minhas experiências com o Naked Cake

0

Em meados de 2013, umas das tendências para bolos de casamento foi o Naked Cake, o tal bolo desconstruído que foge daquele padrão liso perfeito comuns em bolos que utilizam pasta americana. Eu não casei em 2013, mas achei tão bonito e legal a ideia de ter um bolo com um aspecto menos plástico e que fosse mais fácil de decorar que resolvi fazer para o meu aniversário. Nunca fui muito boa fazendo bolos, a massa nunca fica macia como a dos outros e então eu acabei pedindo ajuda da minha cunhada, Rosa, uma cozinheira bem mais experiente do que eu, para fazer uma massa que ficasse fofa. Para tal feito, Rosa utilizou os seguintes ingredientes:

– 2 xícaras de açúcar;

– 250 gramas de margarina (01 pote pequeno)

– 4 ovos;

– 4 xícaras de trigo;

– 1 colher de chá de fermento;

– 1 copo e meio de leite.

O procedimento para bater a massa não tem muito segredo, é só paciência mesmo. Utilizando uma batedeira (ou a boa e velha munheca),  bata os ovos, adicione o açúcar e em seguida o trigo e  leite. Depois da massa ficar cremosa e uniforme, unte a forma com margarina e leve para o forno médio, cerca de 180ºC e espere até assar. Dependendo da potência do seu fogão, esse processo costuma levar cerca de 30 minutos. No final de das contas, o resultado ficou assim:

Após assado, deixe o bolo esfriar. (Foto: Dirce Quintino)

Após assado, deixe o bolo esfriar. (Foto: Dirce Quintino)

Eu não queria um bolo baixo, então acabamos fazendo dois bolos que depois foram divididos ao meio e tornou-se um bolo de quatro andares. Enquanto o bolo assava, tratei de fazer o recheio, onde utilizei os ingredientes abaixo:

– 350 gramas de chocolate meio amargo;

– 1 bandeja pequena de morangos maduros’;

– 1 cacho pequeno de uvas;

– 1 lata de leite condensado;

– 3 colheres de margarina;

Depois de lavar e cortar em pequenos pedaços boa parte dos morangos e da uvas (alguns deixei inteiros para decorar), eu  coloquei em uma panela pequena, onde também acrescentei pedaços da barra de chocolate, 3 colheres de margarina e a lata de leite condensado e deixei cozinhando em banho-maria até que o chocolate derretesse.

Recheio em banho-maria. (Foto: Dirce Quintino)

Recheio em banho-maria. (Foto: Dirce Quintino)

Após o cozimento do recheio com frutas, deixei esfriando e me concentrei em dividir os dois bolos em duas partes. Além disso, alternei o recheio dos andares, onde usei também glacê. O glacê utilizado foi aqueles que já vem pronto na caixinha, daí você só precisa deixar resfriando no congelador por uns 30 minutos para depois bater na batedeira. Depois de tudo pronto, vem a melhor parte, que é montar e decorar o bolo, onde espalhei o recheio com um garfo.

Montagem e recheio do naked cake. (Foto: Dirce Quintino)

Montagem e recheio do naked cake. (Foto: Dirce Quintino)

Como havia mencionado antes, não usei todas as frutas para o recheio justamente para utilizar algumas na decoração. É interessante deixar algumas frutas à mostra, como se estivessem saindo do recheio. No topo do bolo, no meio, eu coloquei mais glacê, uns fios de leite condensado, parte do recheio e acrescentei morangos e uva. Para finalizar e dar esse aspecto de neve, com uma peneira, joguei açúcar de confeiteiro por cima.

naked07

Minha primeira experiência com o Naked Cake. (Foto: Dirce Quintino)

Após a primeira experiência com o Naked Cake no meu aniversário, repeti a dose no Natal, mas dessa  vez utilizei mais outras frutas como mirtilo e ameixas roxas.

naked

Minha segunda experiência com o Naked Cake, feito para o Natal. (Foto: Dirce Quintino)


OI! JÁ QUE VOCÊ TERMINOU DE LER ESSE POST, SHANTAY, YOU STAY E SIGA O BLOG AQUI TAMBÉM:

FACEBOOK   INSTAGRAM    YOUTUBE    GOOGLE   SNAPCHAT   PERISCOPE  TSU

Feed
Translate »